Teologia - Perfil do Profissional

Considerando os objetivos elencados acima, o presente curso de Bacharelado em Teologia visa a preparar profissionais para assumir a responsabilidade de atuar nos mais diversos setores da Igreja e da sociedade. Em sintonia com a missão da Faculdade Católica de Pouso Alegre, que é promover o desenvolvimento do aluno como um todo, visando a constituir um cidadão consciente, ético, reflexivo e promotor do bem comum, o profissional egresso de Teologia deverá desenvolver as seguintes atitudes, competências e habilidades:



QUANTO ÀS ATITUDES

•  Agir como promotor do saber teológico e ajudar as pessoas a compreender a vida à luz dos fundamentos da fé cristã;

•  dar testemunho de coerência na práxis teológica, demonstrando legítima articulação entre teoria e prática, fé e vida;

•  manter uma postura ética e dialógica diante das mais diversas tendências, teorias, estruturas e correntes das ciências do espírito humano;

•  cultivar uma ética cristã que se caracterize pela compreensão integral do ser humano, segundo uma perspectiva solidária de ação eclesial e social, contra todo tipo de discriminação de raça, de sexo, de religião, de classe social;

•  reconhecer a importância das questões que dizem respeito ao sentido, ao significado e ao valor da própria existência;

•  cultivar a comunicação e o relacionamento humano: falar, ouvir e trabalhar em equipe, aprimorando a comunicação escrita e oral;

•  cultivar o espírito ecumênico e o diálogo inter-religioso, reconhecendo valores religiosos e humanos presentes em outras comunidades eclesiais não-católicas e nas tradições não-cristãs;

•  valorizar o crescimento pessoal na fé fundamentada teologicamente;

•  discernir em si mesmo a origem e as motivações de sua reflexão crítica e permitir que seu olhar seja purificado pela fé;

•  intensificar a sua vida de fé, unindo sempre pesquisa científica e oração;

•  nutrir respeito pelo povo de Deus, e esforçar-se por dispensar-lhe um ensinamento que não venha a lesar, de modo algum, a doutrina da fé.



QUANTO ÀS COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

•  Haurir da Revelação divina a doutrina católica, nela penetrar profundamente, torná-la alimento da própria vida espiritual, anunciá-la e expô-la;

•  reinterpretar e organizar os dados revelados, vividos e compreendidos pela comunidade eclesial, em diferentes contextos socioculturais e históricos;

•  dominar os conceitos básicos da Teologia, procurando elaborar uma síntese teológica dos diversos conteúdos estudados ao longo do curso;

•  relacionar os conteúdos da Teologia com a prática pastoral da Igreja;

•  discernir o sentido da vida e os grandes problemas existenciais à luz dos fundamentos da fé cristã;

•  exercer com competência e responsabilidade os ministérios ordenados ou não-ordenados na Igreja, cultivando um espírito de doação, de serviço, de paciência, de humildade, de respeito, de diálogo;

•  concretizar ações pastorais, catequéticas, coordenação de grupos e movimentos, aconselhamento pastoral, segundo as necessidades das diversas comunidades eclesiais;

•  valorizar o fenômeno religioso brasileiro e universal, em especial as questões da Igreja na América Latina;

•  colocar-se a serviço da ação evangelizadora da Igreja, procurando iluminar a missão da Igreja com as reflexões teológicas;

•  produzir teologia e pastoral voltadas para grupos, comunidades e pastorais a partir do discernimento crítico, buscando confrontar as situações concretas com a Palavra de Deus;

•  participar de planejamentos pastorais e organismos intermediários, fundamentados no pensamento e nos valores cristãos;

•  subsidiar atividades e programas pastorais, estudos bíblicos, cursos populares de Teologia, retiros espirituais, assembléias pastorais;

•  saber identificar os modelos teológicos subjacentes às práticas pastorais, nas teologias profissionais;

•  oferecer às comunidades eclesiais segurança doutrinária frente aos desafios e problemas do mundo de hoje;

•  atualizar o significado histórico-salvífico da Revelação, com uma linguagem capaz de falar de Deus de modo sempre novo;

•  realizar pesquisas teológicas ou práticas nos diversos âmbitos da ciência teológica;

•  orientar e dar atendimento às pessoas nas suas mais diversas necessidades, com base nos princípios e valores cristãos;

•  refletir sobre a própria prática, de forma a aperfeiçoá-la quando se fizer necessário, considerada sua relevância para a Igreja e para a sociedade;

•  organizar e coordenar projetos para as comunidades eclesiais, numa perspectiva teológica e contextual;

•  participar da produção do saber teológico, tendo como base a permanente busca de conhecimento teológico e a análise constante da realidade;

•  exercer o ensino religioso a partir de uma compreensão teológica profunda, abrangente e coerente com as transformações do mundo;

•  participar da formulação de propostas de intervenção teológica nas ações da Igreja, nas organizações não eclesiais, tendo em vista a ação consciente e efetiva da Igreja no mundo;

•  estar atento às exigências epistemológicas da sua disciplina, às exigências do rigor crítico e, conseqüentemente, à verificação racional de todas as etapas da sua pesquisa;

•  assumir da cultura do seu ambiente elementos que lhe permitam melhor iluminar um ou outro aspecto dos mistérios da fé.