Professores participam de formação e reunião para iniciar semestre letivo

Em preparação para o início do segundo semestre letivo de 2012, professores se reuniram para atualização pedagógica e reunião do corpo docente. Na quinta-feira, 26 de julho, os professores puderam refletir, debater e conhecer algumas propostas de uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) na Educação. Na sexta-feira, 27 de julho, participaram da reunião geral do corpo docente, quando puderam rever e atualizar o calendário do segundo semestre e a política de iniciação científica, entre outros temas.
Sobre o uso das TICs na educação, o Diretor Acadêmico e Professor Ms. Pe. Daniel Santini Rodrigues propôs o estudo e o debate de artigo da Prof.ª Elisa Maria Quartiero, intitulado "As tecnologias da informação e comunicação na educação", publicado na Revista Brasileira de Informática na Educação. Os professores Ms. Pe. Fábio de Souza Leão e Ms. Suzana Costa Coutinho apresentaram orientações pedagógicas e técnicas para o uso do projetor multimídia e da internet compartilhada em sala de aula, bem como a possibilidade de criação de blogs, a partir do fundamento de uma aprendizagem colaborativa.

Professores do Curso de Filosofia, durante reflexão

Professores de Teologia, em grupo de partilha

Coordenação de Extensão apresenta novos cursos

Já estão com as pré-inscrições abertas, os cursos de Extensão a serem oferecidos pela Coordenação de Extensão da Faculdade Católica neste segundo semestre. São quatro cursos ofertados nessa modalidade, sendo dois de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), básico e intermediário, um de Iniciação Teológica, que será desenvolvido em quatro módulos, e um de comunicação, voltado para o rádio.

Dados da Auto-Avaliação referentes ao ano de 2011



As dimensões avaliadas

O Art. 3.º da Lei n.º 10.861/04 estabelece dez dimensões institucionais a serem avaliadas:

a) a missão e o plano de desenvolvimento institucional;
b) a política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas formas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades;
c) a responsabilidade social da instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural;
d) a comunicação com a sociedade;
e) as políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho;
f) organização e gestão da instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios;
g) infra-estrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação;
h) planejamento e avaliação, especialmente os processos, resultados e eficácia da auto-avaliação institucional;
i) políticas de atendimento aos estudantes;
j) sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior.

A estas dez dimensões acrescentamos uma décima primeira, essencialmente vinculada à identidade e à missão institucional da Faculdade Católica de Pouso Alegre:

l) confessionalidade, na medida em que a instituição busca a inspiração de seu fazer acadêmico na pessoa de Jesus Cristo e em seu Evangelho, numa atitude de comunhão com a Igreja, dedicando-se à evangelização no meio universitário e à formação integral de seus membros – alunos, professores e funcionários –, bem como ao serviço qualificado à sociedade, contribuindo para a difusão e preservação da cultura, a afirmação ética da solidariedade e a promoção da dignidade transcendente da pessoa humana.

A Comissão Própria de Avaliação

A composição e a atuação da CPA, em atenção às disposições legais vigentes, realizar-se-ão consoante os seguintes critérios:
a) total autonomia e cooperação com os conselhos e demais órgãos colegiados existentes na IES e em sintonia com o SINAES;
b) definição e aprovação de seu regulamento próprio (forma de composição, duração do mandato, dinâmica de funcionamento, especificação de suas atribuições);
c) representação de todos os segmentos da comunidade acadêmica (docente, discente e técnico-administrativo) e da sociedade civil organizada, vedada à existência de maioria absoluta por parte de qualquer um de seus membros;
d) ampla divulgação de sua composição e de todas as suas atividades.

A CPA é constituída por um grupo de pessoas capazes de assumir a responsabilidade pelo desenvolvimento de todas as ações previstas no processo avaliativo.

Composição:

Dois (02) representantes do corpo docente dos cursos de bacharelado de Filosofia e Teologia.
Um (01) representante da Secretaria de Projetos Sociais que compreende os cursos de Extensão, Projetos de Extensão e demais ações de assistência social.
Um (01) representante do corpo técnico-administrativo.
Dois (02) representantes do corpo discente de toda a IES.
Um (01) representante da sociedade civil.
Um (01) representante da diretoria geral.

Avaliação institucional

A avaliação institucional é um processo que permite o autoconhecimento, a correção e o aperfeiçoamento das ações institucionais, tendo em vista a promoção da qualidade acadêmica e a responsabilidade social da instituição em todas as suas instâncias.

A avaliação institucional possibilita a construção de um projeto acadêmico amparado em princípios como a gestão democrática e a autonomia, que visam a consolidar a responsabilidade social e o compromisso científico-cultural da IES.

Compreende-se a avaliação institucional como ação participativa e momento fundamental do desenvolvimento da Faculdade que tem sua proposta de avaliação institucional pautada nas orientações do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES, que visa a garantir o processo nacional de avaliação das instituições de educação superior, dos cursos de graduação e do desempenho dos estudantes.

A Faculdade Católica de Pouso Alegre, desta forma, tem consciência que sua ação de auto-avaliação e a sua participação nas avaliações externas contribuem para fornecer subsídios ao Estado para a elaboração de melhores políticas públicas de educação superior.

As três modalidades de avaliação institucional


1) Avaliação das Instituições de Ensino Superior, desenvolvida em duas etapas adicionais:
- a Auto-avaliação Institucional, coordenada pela Comissão Própria de Avaliação (CPA) da IES;
- a Avaliação Externa, efetuada por comissões designadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

2) Avaliação de Cursos de Graduação, por meio de visitas in loco de comissões externas também designadas pelo INEP, junto aos processos de reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos de graduação.

c) Avaliação do Desempenho dos Estudantes - Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE).

Concepções e princípios da Auto-avaliação:

a) atividade intrínseca ao próprio processo de planejamento;
b) processo contínuo e permanentemente autocrítico e auto-avaliativo;
c) ação democrática e participativa;
d) exercício de transparência institucional, ad intra (comunidade acadêmica) e ad extra (órgãos públicos e sociedade civil organizada).

(Texto retirado do PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional - da Faculdade Católica de Pouso Alegre, 2010 a 2014).

Tem início segundo módulo de programa de integralização de créditos

O programa de Integralização de Créditos de Teologia, conhecido popularmente como "convalidação", iniciou seu segundo módulo nesta segunda-feira, dia nove de julho. Participam do programa, como discentes, os portadores de diploma de curso livre de Teologia, que iniciaram o processo em janeiro. Com a participação no programa, eles terão o diploma de bacharel em Teologia pela Faculdade Católica de Pouso Alegre.
A coordenação do programa fica a cargo do coordenador do Curso de Teologia, Prof. Fábio de Souza Leão. Os professores que ministram o curso são do quadro de docentes da Faculdade. O programa é realizado de forma intensiva, durante as férias, organizado em três módulos.

Formulário para inscrição de Grupos de Pesquisa

Professor(a), acesse o formulário para inscrição de Grupos de Pesquisa, faça o download, preencha e entregue para a Prof.ª Suzana Coutinho, até o dia 13 de agosto. Consulte a Área de Concentração e as Linhas de Pesquisa nos links correspondentes na guia "Pesquisa", no site da Faculdade Católica.

Clique aqui para acessar o formulário.