Teologia - Histórico

As origens da Faculdade Católica de Pouso Alegre prendem-se ao Seminário Arquidiocesano de Pouso Alegre. As origens da instituição de ensino Seminário Arquidiocesano Pouso Alegre encontram-se, por sua vez, bastante entrelaçadas com as origens da própria Arquidiocese de Pouso Alegre, visto que o Seminário foi criado como condição prévia para a instalação de um Bispado no Sul de Minas. Deu-se a inauguração solene do “Seminário Menor do Sul de Minas” a 8 de setembro de 1899, e a instalação da Diocese, praticamente um ano depois, em 4 de agosto de 1900, constituindo-se o décimo terceiro bispado em terras brasileiras. De início, o Seminário foi vinculado ao Colégio Diocesano São José, que acolhia tanto alunos que aspiravam ao sacerdócio quanto os que apenas buscavam cursar as séries hoje referentes à Educação Básica.

Em 1927, foi inaugurado o primeiro prédio próprio do Seminário, que serve hoje à Escola Estadual “Doutor José Marques de Oliveira”. Desde os seus primeiros anos, ali se ministraram os cursos de Filosofia e Teologia e por ali passaram renomados professores. Contudo, em 1934, por determinação da Santa Sé, os seminaristas passaram a freqüentar esses cursos no Seminário de Mariana (MG), o que ocorreu até o início da década de setenta. Em 1962, tendo sido a Diocese de Pouso Alegre elevada à categoria de Arquidiocese e havendo, quase de imediato, providenciado a construção de um novo prédio para o Seminário numa vasta região afastada da cidade, os alunos puderam ser transferidos para as novas instalações e, três anos depois, em 1971, também os alunos de Filosofia puderam transferir-se de Mariana para o curso de Filosofia reiniciado em Pouso Alegre.

Quanto aos estudos de Teologia, os alunos freqüentaram, entre 1968 e 1971, a Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo (SP), e de 1974 a 1995, o Instituto Teológico Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté (SP). Em 21 de março de 1996, para grande alegria de todos, inaugurou-se nova ala do Seminário Arquidiocesano de Pouso Alegre destinada ao Instituto Teológico Interdiocesano São José, para os estudos teológicos dos futuros padres das três Dioceses que constituem a Província Eclesiástica: Campanha, Guaxupé e Pouso Alegre. O Instituto teve como primeiro diretor o Padre José Francisco Rezende Dias (1996-1999), hoje Bispo Diocesano de Duque de Caxias (RJ) e substituído no cargo pelo atual diretor, Pe. Marco Aurélio Gubiotti (2000-...).

O final do século XX e este início do século XXI têm marcado uma verdadeira “época de ouro” para o Seminário Arquidiocesano de Pouso Alegre, registrando considerável incremento, tanto para o curso de Filosofia como para o de Teologia, com a contratação de professores especializados, a ampliação e informatização da biblioteca, a aquisição de computadores e a melhoria das instalações, graças à clarividência e esforço de seus reitores: Pe. Mauro Morais (1988-1995), Pe. Antônio Carlos Félix (1996-1999), Pe. José Francisco Rezende Dias (2000-2001), Pe. Jésus Benedito dos Santos (2001-2004), Pe. Simão Cirineo Ferreira (2004-...).

O padrão de qualidade mantido pelo Seminário nos cursos de Filosofia e Teologia sempre permitiu que seus egressos pudessem convalidar seus estudos em universidades credenciadas como, por exemplo, a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, ou que procurassem estudos superiores de pós-graduação em universidades do Brasil ou do exterior.

Entretanto, as mudanças decorrentes da Lei 9.394/96 de Diretrizes e Bases da Educação e do Parecer CNE/CES 765/99, que tornaram impossível a convalidação dos estudos seminarísticos, levaram o Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre, Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho, a incentivar a idéia da criação de uma Instituição de Ensino Superior que pudesse oferecer oficialmente o curso de Filosofia e, uma vez que alguns cursos de Teologia já lograram no Brasil, com base no Parecer CNE/CES 241/99, o reconhecimento pelo Ministério da Educação, também o de Teologia. Em vista disso, criou na Arquidiocese a Fundação Educacional Dom José D´Ângelo Neto – FEJAN (CNPJ 05.579.079/0001-70), Mantenedora da Faculdade Católica de Pouso Alegre.
A Faculdade Católica de Pouso Alegre , como escola particular de direito privado, confessional católica e mantida pela Fundação Educacional Dom José D'Ângelo Neto, já constitui o grande sonho e a firme esperança do corpo docente e dos alunos do Seminário Arquidiocesano de Pouso Alegre.